Os 10 primeiros passos para a sonorização de Igrejas

Muitos clientes confundem projeto com especificação de equipamentos. Algumas pessoas podem sugerir equipamentos para uma igreja usando sua experiência prática ou simplesmente, porque viram um determinado equipamento funcionando bem em outro ambiente.
Um projeto de sonorização vai muito além de especificar equipamentos. Nem sempre o equipamento que tem um bom desempenho em uma igreja, funcionará bem em outra.
As reclamações mais comuns nas igrejas estão listadas abaixo. Será que alguma delas é realidade em sua igreja?
• Som alto próximo ao altar e baixo no fundo da nave;
• Baixa inteligibilidade;
• Muita reverberação;
• Sistema de monitor dos músicos alto, mas sem definição;
• As palavras não são bem entendidas em parte ou em toda a igreja;
• Outras igrejas com equipamentos similares, mas com desempenho muito diferente;
• Ações na justiça por reclamações de som alto, incomodando a vizinhança;
• Acabamentos em vidro, gesso, aço inox, alvenaria e granito ou porcelanato.
Para um melhor entendimento deste processo, solicite o nosso eBook com os 10 primeiros passos para a sonorização de Igrejas, escrito por Denio Costa.

Faça o download grátis aqui!

Basta preencher o formulário abaixo

Preencha corretamente os campos marcados

Enviando...

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.